Parklets em São Francisco/EUA

parklet-san-francisco

Tudo começou em São Francisco (Califórnia), nos Estados Unidos: foi lá que implementaram o primeiro Parklet. Ele nasceu a partir de uma iniciativa do Estúdio Rebar, durante o Parking Day de 2005. Se você visitar a cidade por esses dias – ou se visitou nos últimos dois anos – deve ter notado que os parklets tomaram conta da cidade. Se antes se limitava ao projeto da Rebar, hoje pode ser encontrado em abundância nas ruas de São Francisco.

Esta cidade californiana, aliás, sempre encarou o pedestre como uma prioridade. Boa parte dos seus projetos são pensados para facilitar a circulação de pessoas, reduzindo problemas de mobilidade urbana. Não por acaso, ela possui o melhor sistema de transporte público da Califórnia.  Com isso, os parklets figuram entre as soluções de urbanismo de São Francisco.

parklet-san-francisco

Caso você nunca tenha ouvido falar dos Parklets, explicamos do que se trata: os parklets são um tipo de mobiliário urbano de uso público. Eles podem ocupar o espaço correspondente a uma ou duas vagas de carros – desde que não seja uma vaga especial (para idosos ou destinada a um ponto de táxis), nem esteja localizada próxima à esquina. Sua estrutura é variável, e vai depender da criatividade do arquiteto.

Independente do material com o qual é produzido, o parklet funciona como uma mini-praça. Ou seja, ele pode apresentar cadeiras, bicicletários, estruturas para prender coleiras de animais de estimação, lixos, e até mesmo um espacinho para cultivo de hortas comunitárias. Entendeu por que os parklets são totalmente pensados para o cidadão? Além de serem condizentes com uma proposta de sustentabilidade, ajudam a promover o encontro e socialização entre as pessoas, oferecendo um espaço de descontração seja para conversar no meio da tarde ou para tomar um café.

Hoje não é difícil encontrar Parklets espalhados em diversas regiões do Estados Unidos – ou mesmo em outros continentes. Eles já chegaram no Brasil, inclusive. Em São Francisco, onde teve sua origem, mais de 50 parklets estão registrados – a cidade passou a ser uma referência no assunto.

Os parklets foram um alívio aos cidadãos. A cidade possui muitas ruas estreitas, o que costuma atrapalhar o fluxo de pessoas em horários de maior movimento nos bares e restaurantes, por exemplo. Com os parklets, as pessoas encontraram uma alternativa para aguardar o atendimento; ou simplesmente para tomar um suco ao invés de entrar em algum bar.

Para instalação de um parklet, é preciso seguir a legislação, que esta disponível online. Entre as diretrizes, eles frisam a importância de criar parklets que sejam facilmente removíveis. Embora sejam estruturas que podem permanecer no endereço escolhido por muitos anos, exigem facilidade na retirada em casos de emergência. E claro, o parklet não pode danificar o asfalto e a calçada original.

Na página do Pavement to Parks você pode conhecer boa parte dos parklets instalados em São Francisco – para viajar sem precisar sair de casa! No site você consegue ter dimensão do quanto eles se tornaram populares pela cidade e o quão criativos podem ser os arquitetos que assinam as obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *